sábado, 12 de agosto de 2017

Bate-papo sobre Amar e Ser Livre

terça-feira, 7 de março de 2017

Oito dicas para um Comportamento Magro - 6






6) Se movimente mais

Mesmo que não se dedique tempo exclusivo para as atividades físicas, pode queimar calorias extras fazendo esforço para se mover um pouco mais durante o dia. Fazer pausas para caminhar ao redor do escritório, optar pelas escadas ao invés do elevador e estacionar o carro mais longe estão entre as dicas.

#ComportamentoMagro
#lucianakotaka

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Oito dicas para um Comportamento Magro - 5





5) + Cacau - Açúcar

Consuma chocolates com mais cacau ao invés de optar pelos biscoitos e chocolates mais calóricos. Acalme sua ânsia pelo açúcar com um alimento mais saudável. Ele pode não ser tão satisfatório nas primeiras vezes, mas depois que perder o vício por açúcar ficará satisfeito e economizará calorias.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Coma para sua fome




Atualmente é difícil encontrar alguém que não se incomode com o peso ou mesmo que esteja o tempo todo controlando o que ingere.

O que mais me deixa em alerta é que estamos vivendo um momento de total terrorismo, em que tudo é nocivo, tudo engorda e é proibido.

Porém, a comida além de nutrir nosso corpo, ela cumpre outros papéis dos quais não são necessariamente matar a fome do corpo, mas também acalmar a alma, nutrir o coração e proporcionar um conforto não recebido por outra via.

É muito importante respeitar essa demanda de usar a comida como forma de afeto e buscar alternativas de se resolver as situações que não estão tranquilas dentro de si mesmo, para não ser radical com as necessidades emocionais que cada pessoa carrega dentro de si.  

Não é preciso deixar de consumir alimentos que se gosta, somente não tentar resolver os conflitos da vida com comida, pois essa não é a forma mais assertiva, levando ao sobrepeso e obesidade.

Quando se identifica essa situação é importante buscar ajuda especializada, um profissional da psicologia que realmente tenha especialização em obesidade e transtornos alimentares. Desta forma aprenderá a resolver o que incomoda e usar a comida para nutrir na quantidade certa, sem trazer prejuízos a autoestima e à saúde.  

Luciana Kotaka
Psicóloga especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares
Hipnoterapeuta Ericksoniana e Cognitiva